Condições de atribuição

Recessão eliminou 253 mil empregos entre Janeiro e Junho

User Rating:  / 0
PoorBest 

Um relatório hoje divulgado pelo serviço de estatísticas sul-africano revela que nos primeiros seis meses de 2009 a recessão eliminou 253 mil postos de trabalho na economia do país.

No mesmo período apenas o Estado criou empregos, amortecendo o desemprego galopante gerado pelo sector privado. Através de um ambicioso programa de renovação e modernização das infra-estruturas rodoviárias, ferroviárias, portuárias e aeroportuárias, o sector público criou 23 mil novos postos de trabalho.

Para alguns economistas as novas estatísticas do emprego contêm alguns sinais positivos, o mais importante dos quais é nque no segundo trimestre do ano se perderam menos postos de trabalho do que no primeiro -- 67 mil contra 186 mil -- o que poderá querer dizer que a economia está a estabilizar.

Mike Schussler, economista da empresa Economists.co.za, disse ao jornal "Business Report" que a quebra nos níveis de emprego de 2,3 por cento por ano confirmada pelas estatísticas constitui a maior redução no emprego desde Setembro de 2000.

Schussler acredita que mais postos de trabalho serão ainda perdidos até ao fim do ano e que até lá nem o sector privado nem o sector público deverão criar empregos apesar da promessa do presidente Jacob Zuma em criar 500 mil novos empregos até 2013.

Segundo os serviços de estatística, o sector formal da economia, excluindo o sector agrícola, empregava no final de Junho deste ano 8.259.000 pessoas, contra 8.457.000 em finais de Junho de 2008.

Por Lusa